Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

O ImageMagick é um conjunto de software usado para criar, editar e compor imagens nos mais diversos formatos, inclusive sendo possível integrá-lo com um servidor WEB para que seja usado também em conjunto com a linguagem PHP para levar essas funcionalidades para páginas web dinâmicas.

 

Segue uma pequena lista do que o ImageMagick pode fazer:

 

Animação

Gerenciamento de cor

Processamento de linha de comando

Layout de texto complexo

Composto

Etiquetagem de componentes conectados

Decorar

Delinear recursos de imagem

Transformada discreta de Fourier

Cache de pixels distribuídos

Desenhar

Encriptar ou decifrar uma imagem

Conversão de formatos

Distorção de pixel generalizada

Processamento distribuído heterogéneo

Imagens de alto alcance dinâmico

Calculadora de imagens

Gradientes de imagem

Identificação da imagem

ImageMagick no iPhone

Suporte de imagem grande

Montagem

Morfologia de formas

Suporte a filmes

Redução de ruído e cor

Perceptual hash

Efeitos especiais

Texto e comentários

Fios de suporte de execução

Transformar

Transparência

Suporte de pixel virtual

 

Não fique limitado à lista acima, os comandos e funcionalidades podem ser combinados para uma quantidade infinita de utilizações.

 

O primeiro passo é obter o ImageMagick para Windows, já que nosso caso é integrá-lo ao servidor web WAMPServer. Você pode fazer download em http://imagemagick.org/script/binary-releases.php#windows

 

Sugiro que o download seja sempre da última versão estável.

 

Para instalar o ImageMagick, basta seguir os procedimentos padrão de instalação de qualquer programa Windows. Apenas lembre-se de marcar a opção "Add application directory to your  system path". Se isso não for feito a integração não funcionará.

 

Para testar se a instalação deu certo, abra um Prompt de Comandos (cmd) e digite o convert, dando ENTER depois.

 

Deve ser mostrado um texto com as opções para esse comando. Caso uma mensagem "'convert' não é reconhecido como um comando interno ou externo" seja exibida quer dizer que ou a instalação não foi feita com sucesso, ou a opção "Add application directory to your  system path" não foi marcada na instalação.

 

Para integrá-lo ao WAMPServer, faça download a biblioteca php_Imagick.dll em http://windows.php.net/downloads/pecl/releases/imagick/

 

Baixe o arquivo php_imagick-<versão>.zip que corresponda ao seu sistema (32 ou 64-bits). Também sugiro que o download seja da versão estável mais atual.

 

O arquivo terá o formato .ZIP já que está compactado. Descompacte-o.

 

Entre os arquivos contidos nesse .ZIP há o php_imagick.dll, copie-o para C:\wamp\bin\php\php5.5.12\ext

 

Esse caminho pode ser diferente em seu computador caso tenha escolhido algum outro lugar para instalar o WAMPServer que não seja o padrão.

 

Agora abra o php.ini do WAMPServer (clique no ícone da bandeja do sistema, selecione PHP e depois php.ini).

 

Encontre a linha e descomente-a removendo o ponto-e-vírgula antes dela:

 

{code}

extension=php_imagick.dll

{/code}

 

Agora é só reiniciar o WAMPServer e pronto!

 

Você pode testar o funcionamento com o seguinte exemplo:

 

{code}

<?php

/* Create some objects */

$image = new Imagick();

$draw = new ImagickDraw();

$pixel = new ImagickPixel( 'gray' );

 

/* New image */

$image->newImage(800, 75, $pixel);

 

/* Black text */

$draw->setFillColor('black');

 

/* Font properties */

$draw->setFontSize( 30 );

 

/* Create text */

$image->annotateImage($draw, 10, 45, 0, 'The quick brown fox jumps over the lazy dog');

 

/* Give image a format */

$image->setImageFormat('png');

 

/* Output the image with headers */

header('Content-type: image/png');

echo $image;

?>

 

{/code}

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Um novo antivírus

Se um computador possui um antivírus instalado, e ainda assim é infectado, isso significa que o antivírus em questão não é confiável, ou pelo menos não está configurado corretamente de acordo com as necessidades de proteção do SO. Por isso, o último passo do processo de remoção do vírus consiste na escolha e instalação de um novo software antiviral.
É bastante complicado dizer qual é o melhor antivírus, visto que todos têm pontos fortes e pontos fracos. Para cada máquina diferente, existe um antivírus que se adequará de maneira melhor. Para tirar a dúvida de qual software antiviral usar, o AV Comparatives é um grande auxiliador.
O comparativo entre os softwares de proteção realizado pelo AV Comparatives leva em conta vários aspectos, entre eles, o desempenho do programa (ou seja, se é muito “pesado” pro computador), a melhor detecção de vírus e também a questão dos falsos positivos. Chama-se de falso positivo quando o antivírus acusa um programa que não é uma praga virtual.
Após a escolha do antivírus a ser instalado, basta instalar normalmente.
Outra questão importante é sempre atualizar o novo software antivírus. Na introdução deste artigo foi dito que os vírus são capazes de se modificar e de gerar novos vírus. Em cada atualização, os antivírus se previnem contra essas novas ameaças criadas; e só mantendo o software atualizado pode-se obter a proteção necessária.

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

 

Android é um sistema operacional para smartphones desenvolvido pela Google. A cada dia surgem vários aplicativos para plataforma Android que podem ser baixados gratuitamente ou com algum preço de adesão (dependendo do aplicativo). Como o Android é uma plataforma de código aberto, muitos se perguntam como fazer para programar e poder ter um aplicativo circulando pelos smartphones do mundo. Portanto nesse tutorial vou mostrar como fazer download e instalar a plataforma Android em um computador com sistema operacional Windows.

 

Para programar em Android existe várias maneiras, mas hoje em dia, o jeio mais fácil é usando o Android Studio. Faça download do software Android Studio que está disponível para download gratuito no seguinte site: https://developer.android.com/sdk/installing/index.html?pkg=tools. Na página que será aberta, clique em “download the SDK now” que fica como link no texto de introdução. Na página que surge, role até All Android Studio Packages e clique no instalador Windows “android-studio-bundle-141.1980579-windows.exe (recomendado)”. Na página seguinte, marque a opção que aceite os termos de contrato e clique em Download Android Studio Bundle.

 

Após o Download ser concluído, execute o instalador. Na tele que surge clique em Next.

 

 

Caso você não tenha um JDK (Java Development Kit) instalado em sua máquina, aparecerá a seguinte tela mostrando que o Android Studio não detectou o JDK, então será necessário fazer o download. (caso você tenha o JDK, o Android Studio irá encontra-lo automaticamente, portanto é só seguir os outros passos normalmente).

 

 

Clique em jdk-7u67-windowns-x64.exe. Será aberta a página da ORACLE, então role para baixo até encontrar “Java SE Development Kit 7u79”, selecione “Accept License Agreement” e clique em “jdk-7u79-windows-x64.exe” para iniciar o download. (Caso seu sistema operacional não seja de 64 bits, escolha aquele instalador correspondente ao seu SO).

 

Execute o instalador do JDK e clique em Next nas três primeiras telas que segue. Aguarde o fim da instalação e clique em Close.

 

Após a instalação do JDK clique em Next na tela do Android Studio e ele irá detectar o JDK indo diretamente para tela de componentes, portanto clique em Next.

 

 

Na próxima, clique duas vezes em I agree.

 

 

A seguir, escolha o local onde será instalado o Android Studio e clique em Next.

 

 

Na próxima tela deixe o espaço para o emulador do Android como recomendado e clique em Next.

 

 

Marque a opção “do not create shortcuts” e clique em Install.

 

 

Ao termino da instalação clique em Next e depois Finish. Pronto! A plataforma Android já está instalada e você pode começar a programar.

 

Obs.: O Android utiliza a linguagem de programação JAVA e é muito parecido com o NetBeans. Com criatividade e curiosidade você poderá fazer muitos aplicativos legais.

 

 

 

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

1. Windows Update por baixar as atualizações da Internet e de outros computadores da sua rede local

 

 

Configurações > Atualização e Segurança > Opções Avançadas > Escolher como as atualizações serão obtidas

 

 

 

 

 

 

 

 

2. Exclua a instalação anterior do Windows caso tenha feito uma atualização

 

 

Limpeza de disco > Selecione o C: > Limpar arquivo do sistema > Selecione o C: de novo

 

 

 

 

 

 

 

 

3. Usar mais uma área de trabalho virtual

 

 

Para usar mais de uma área de trabalho clique no botão Visão de Tarefas:

 

 

 

 

 

 

 

 

Para mover janelas entre as áreas de trabalhos basta arrastá-las entre elas ou clicando com o botão da direta na janela e selecionar Mover Para:

 

 

 

 

 

 

 

 

4. Novos atalhos de teclado

 

 

WinKey + Ctrl + D

 

Cria novas áreas de trabalho virtuais

 

 

WinKey + CTRL + F4

 

Fecha áreas de trabalho virtuais

 

 

WinKey + CTRL + Direita ou Esquerda

 

Navega entre as áreas de trabalho virtuais

 

 

WinKey + TAB

 

Vai para o modo de visão de tarefa

 

 

Alt + TAB

 

Continua com a mesma função de alternar entre programas abertos

 

 

WinKey + Esquerda

 

Manda a janela atual para o lado esquerdo da tela

 

 

WinKey + Direita

 

Manda a janela atual para o lado direito da tela

 

 

WinKey + Acima

 

Maximiza a janela atual

 

 

WinKey + Abaixo

 

Minimiza a janela atual

 

 

5. Você amava os ladrilhos do Windows 8 ou 8.1 e quer eles de volta?

 

 

Vá em Configurações > Personalização > Iniciar e ative Usar tela inteira de Iniciar

 

 

 

 

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

 

Quando ligamos um computador e ao decorrer da utilização ele apresenta algum erro, na maioria das vezes é fácil identificar o que está ocorrendo, pois estamos vendo o erro na tela. Quando o computador nem se quer liga, é difícil identificar o problema, pois não conseguimos ver o que está acontecendo. Para que os técnicos não percam tempo fazendo vários testes, foi criado um sistema (POST) que faz com que o speaker do computador gere um determinado numero de bips longos ou curtos dependendo de qual for o erro que estiver ocorrendo no computador.

 

Segue abaixo os tipos de bips ligados à inicialização do computador e o que cada um significa.

 

  • 2 bips curtos – um código de erro é mostrado no ecrã (Não foi possível iniciar o computador).

 

Este problema é causado por uma falha grave em algum componente, que a BIOS não foi capaz de identificar normalmente o problema é na placa mãe ou nos módulos de memória.

 

  • Bip Contínuo, repetidos bips curtos.

 

Fonte de alimentação;

 

Problema no sistema;

 

Teclado.

 

  • 1 bip longo e 2 bips curtos ou 1 Bip longo e 3 bips curtos.

 

Adaptador de vídeo com problema;

 

Problemas com a BIOS da placa de vídeo. Na maioria das vezes este problema é causado por mau contato.

 

  • 1 Bip longo - Falha no Refresh.

 

O circuito de refresh da placa mãe está com problemas. Pode ser causado por danos na placa-mãe ou falhas nos módulos da memória RAM.

 

  • 2 Bips longos - Erro de paridade.

 

Detectado um erro de paridade na memória RAM.

 

  • 3 Bips longos - (Base 64k memory Failure).

 

Foi detectado um problema grave nos primeiros 64 KB da memória RAM. Defeito nas memórias ou na própria placa mãe. Mau contato.

 

  • 4 Bips Longos - Timer não operacional.

 

O Timer 1 não está operacional ou não consegue encontrar a memória RAM. O problema pode estar na placa mãe (mais provável) ou nos módulos de memória

 

  • 5 Bips - Erro no processador.

 

Processador danificado ou mal encaixado.

 

  • 6 Bips - Falha no Gate 20.

 

O Gate 20 é um sinal gerado pelo chip 8042, responsável por colocar o processador em modo protegido.

 

Processador danificado. Problemas relacionados com o chip 8042 localizado na placa mãe.

 

  • 7 Bips - o processador gera uma interrupção.

 

Overclock mal sucedido. O Overclock é um processo no qual a velocidade de componentes específicos de um computador pessoal são manualmente aumentadas, através de configurações e instruções diretas para o hardware. É recomendado baixar a frequência de operação do processador ou troca-lo.

 

  • 8 Bips - Erro na memória da placa de vídeo.

 

Mau contato ou placa de vídeo danificada.

 

  • 9 Bips - Erro na memória ROM.

 

Problemas com a memória Flash, onde está gravada a BIOS. Dano físico no chip da BIOS, provocado por um upgrade mal sucedido.

 

  • 10 Bips - Falha no CMOS shutdown.

 

Será um problema físico do chip. Trocar a placa mãe.

 

  • 11 Bips - Problemas com a memória cache.

 

Geralmente a BIOS consegue inicializar o sistema normalmente, desativando a memória cache. No entanto isso deteriora muito o desempenho do sistema. Entrar no Setup e aumentar os tempos de espera da memória cache. Às vezes ela volta a funcionar normalmente.