Seu Curso

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Empreender é preciso

Imprimir
Avaliação do Usuário: / 5
PiorMelhor 

 

Segundo as últimas pesquisas publicadas nos veículos especializados mais de 51% das pessoas de classe média no Brasil gostariam de ter seu próprio negócio, se considerarmos a população total do país esse número representa aproximadamente 20% doa brasileiros, mas já se perguntou porque tanta gente sonha em ter o próprio negócio e tão poucos tentam e menos ainda conseguem? Ser seu próprio negócio requer disciplina, muito planejamento e empenho. Empreender não é tão simples, ainda mais quando não se é preparado ou inserido na cultura do empreender e a sociedade só tem a perder com isso.

Engana-se quem acha que o empreendedor nasce com o dom de abrir um negócio e ter sucesso. Empreender aprende-se, mais ainda, aprende-se na escola! Ficamos para trás em relação ao resto do mundo em empreendedoramente porque as escolas perdem-se em projetos pedagógicos deficientes que não levam em consideração que o empreender também é preparar para a vida, afinal depois dos anos escolares a vida será algum tipo de trabalho. Melhor se for no seu próprio negócio e melhor ainda se estiver ciando empregos.

Começar com o empreendedorismo desde o inicio da escolarização, com gincanas e jogos, prosseguir com ele em feiras e festas e incentivá-lo com empresas juniores e encubarias poderá determinar o tipo de futuro que teremos no Brasil.

Mas para que isso s concretize com sucesso será preciso investir no preparo dos educadores e mostrá-los que ganhar dinheiro não é nenhum pecado e ensinar nossas crianças e jovens a estarem prontos para ganhar eu dinheiro, e gastá-lo também, de forma consciente e eficiente também não é pecado algum.

É uma questão de investimento em um futuro não tão distante, mas brilhante e próspero. Se possível instigar os jovens à pesquisa e ao desenvolvimento de novas soluções práticas para os problemas e necessidades do mundo, unindo o caráter inventivo do brasileiro à ciência e à técnica através dos colégios técnicos e de aplicação, antes mesmo do curso universitário, pois quando chegarem lá será uma continuação e um tempo de  aprofundamentos e não apenas de início, como é hoje.

 

Cronogramas, planos de negócios, programas de gestão, tudo isso e mais  poucos, além de português, matemática, geografia, história e etc. Todas essas disciplinas podem coexistir, interagir e se completar.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

You are here: