Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

 

 

 

Já se pegou pensando em usar o Arduino para um projeto de automação ou controle de qualquer coisa? Também já pensou em como interligar o Arduino junto ao equipamento a ser controlado ou automatizado? Então, desajeitado, né! Aquela plaquinha (placona) com os fios apenas encaixados nos buraquinhos... tosco!

 

Mas saiba que você pode usar toda a facilidade do Arduino para programar e testar e se quiser usar apenas o microcontrolador e poucos componentes eletrônicos para montá-lo em uma placa personalizada, com tamanho diminuto, fios devidamente soldados ou conectados e embutido onde você quiser!

 

À título de demonstração e teste vou montar o meu em um prot-o-board (placa de testes). Precisaremos de:

 

1 Arduino com microcontrolador ATMega 168, 328 ou compatível;

1 resistor de 330 ohm;

1 resistor de 10K ohm;

2 capacitores cerâmicos de 22pF;

1 LED de qualquer cor, vou usar vermelho;

1 cristal de 16Mhz;

Alguns fiozinhos para as  ligações;

 

 

Antes de mais nada, vamos carregar um programa bem simples no Arduino. O código fonte abaixo faz com que o LED integrado ao pino 13 fique piscando intermitentemente a cada segundo:

 

{code}

int led = 13;

void setup() {               

  pinMode(led, OUTPUT);    

}

 

void loop() {

  digitalWrite(led, HIGH);

  delay(1000);           

  digitalWrite(led, LOW);

  delay(1000);           

}

{/code}

 

 

 

Com o programa enviado ao Arduino e o LED piscando como esperado, remova o microcontrolador do seu Arduino, usando a ferramenta correta e com todo cuidado do mundo:

 

 

 

 

Agora vamos montá-lo no prot-o-board, para isso vamos conhecer a pinagem do microcontrolador ATMega:

 

 

 

 

Onde:

 

Pino

Descrição

1

Reset

2

Serial RX (Pino Digital 0)

3

Serial TX (Pino Digital 1)

4

Pino Digital 2

5

Pino Digital 3 (PWM)

6

Pino Digital 4

7

VCC

8

GND

9

Cristal externo

10

Cristal externo

11

Pino Digital 5 (PWM)

12

Pino Digital 6 (PWM)

13

Pino Digital 7

14

Pino Digital 8

15

Pino Digital 9 (PWM)

16

Pino Digital 10 (PWM)

17

Pino Digital 11 (PWM)

18

Pino Digital 12

19

Pino Digital 13

20

VCC

21

AREF

22

GND

23

Pino Analógico 0

24

Pino Analógico 1

25

Pino Analógico 2

26

Pino Analógico 3

27

Pino Analógico 4

28

Pino Analógico 5

 

 

Sabendo dos pinos insira seu microcontrolador na prot-o-board, atenção ao chanfro que indica o lado do pino 1:

 

 

 

 

Vou utilizar as fileiras laterais para interligar com a alimentação então, ligue os pinos (do microcontrolador) 20 e 21 ao positivo (fios vermelhos):

 

 

 

 

Ligue também o pino 7 ao positivo:

 

 

 

 

Os pinos 8 e 22 são ligados ao negativo:

 

 

 

 

Os pinos 9 e 10 devem ser ligados ao cristal de 16Mhz:

 

 

 

 

Os pinos 9 e 10, após o cristal, são ligados ao negativo pelos capacitores:

 

 

 

 

Conecte o pino 19 (digital 13) ao resistor de 330 ohm e o final do resistor ao anodo (positivo – perna mais comprida) do LED:

 

 

 

Agora ligue o catodo (negativo – perna mais curta) do LED ao negativo:

 

 

 

 

Ligue o pino 1 ao resistor de 10K ohm e este ao positivo:

 

 

 

 

Eis a hora da verdade, alimente seu projeto. Para aproveitar a placa do Arduino e conseguir a alimentação de 5V da porta serial sem ter que recorrer a uma bateria ou a pilhas, cuidadosamente ligue o pino 5V na fileira onde conectamos todos os positivos e o GND na fileira onde estão conectados todos os negativos:

 

 

 

 

O LED deverá começar a piscar intermitentemente a cada segundo conforme programamos no início desse tutorial, caso isso aconteça PARABÉNS! Deu tudo certo. Agora é só criar uma placa de circuitos para seu projeto em embarca-lo onde quiser.

 

 

{youtube}R7ku5z62gTI{/youtube}